quinta-feira, 29 de agosto de 2013

The professions

Colégio QI
Data: 29/08/2013
Série: 6º ano
Disciplina: Inglês
Prof.ª: Ângela
Aluno: Diego da Costa Lins
Trabalho: The professions



The professions

     The carpenter turns wood into useful or decorative object. He must have the gift of creativity and know how to draw, and have a vast knowledge of using tools and materials in this area. Mobile produces exclusively, primarily as industrial plates MDF and chipboard, before it is designated as furniture.
     The doctor is the person who pursues Medicine; takes care of human health and / or animal, preventing, diagnosing, treating and curing diseases. They can be general, i.e. non in any specific area of medicine, or experts specialized in a certain area while.
     Reporter is a journalist researching the information presented in many types of media. It is responsible for bringing readers the latest news.
     The police activity is comprehensive, because besides the preservation of law and order, the police may include other activities such as disaster relief in situations of accident or catastrophe, urban planning, education of children and to social assistance
     Teacher or teacher is a person who teaches a science, or other technical knowledge. For the profession, it is required academic qualifications and teaching, so you can convey / teach subject matter in the best way possible for the student.
     The baker is someone who is dedicated primarily to prepare and sell bread. Can also produce similar cakes and foods, as the traditional separation between confectioners and bakers there has existed for decades. The place where a baker has called his craft bakery.


Tradução

As profisssões

     O marceneiro transforma madeira em um objeto útil ou decorativo. Ele deve possuir o dom da criatividade e saber desenhar, além de ter um vasto conhecimento do uso das ferramentas e materiais dessa área. Produz exclusivamente móveis, principalmente de chapas industrializadas como o MDF e o aglomerado, designa-se antes como moveleiro.
     O médico é o profissional que exerce a Medicina; se ocupa da saúde humana e/ou animal, prevenindo, diagnosticando, tratando e curando as doenças. Podem ser generalistas, isto é, não especializados em nenhuma área específica da medicina, ou especialistas, quando especializados em alguma área.
     Repórter é um jornalista que pesquisa a informação apresentada em diversos tipos de meios de comunicação. É o responsável por trazer aos leitores as últimas notícias.
     A atividade policial é abrangente, porque além da preservação da lei e da ordem, a polícia pode incluir outras atividades como o socorro em situações de acidente ou catástrofe, o planejamento urbano, a educação de menores e até a assistência social
     Professor ou docente é uma pessoa que ensina uma ciência, arte, técnica ou outro conhecimento. Para o exercício dessa profissão, requer-se qualificações académicas e pedagógicas, para que consiga transmitir/ensinar a matéria de estudo da melhor forma possível ao aluno.
     O padeiro é alguém que se dedica principalmente a preparar e vender pão. Também pode fabricar pastéis e alimentos parecidos, dado que a separação tradicional existente entre padeiros e pasteleiros se tem difundido nas últimas décadas. O lugar em que um padeiro exerce seu ofício se chama padaria.

Sites:
pt.wikipedia.org
translate.google.com.br

Rádio (Objeto)

Colégio Q.I      6º ano 5ª série

Data: 20/08/2013

Professora: Regi  (Maria Reginalda)

Grupo: Laila Lorena, Denise Lynn ,Ana

Luísa e Maria Fernanda

Disciplina: Português










Rádio (Objeto)














Rádio (Objeto)







Em 1831 Michael Faraday (1791-1867), um físico e químico inglês, 

considerado um dos cientistas mais influentes de todos os tempos descobre o 

princípio da indução eletromagnética. Nos anos de 1895 e 1896, Aleksander 

Stepanovitch Popov, Henry Bradwardine Jackson e Oliver Joseph Lodge, 

conseguiram transmitir sinais de rádio a pequenas distâncias. O que deu 

condições para que, em 1895 o físico e inventor italiano Guglielmo Marconi 

(1874 – 1937) inventasse o primeiro sistema prático de telegrafia sem fios em 

1896 e construísse os primeiros equipamentos de transmissão e recepção, 

possibilitando enviar sinais a algumas centenas de metros, isso tudo com base 

nas pesquisas anteriores de Michael Faraday, James Maxwell, Heinrich Hertz e 

outros. Marconi aproveitou o coesor de Edouard Branly, a antena de Aleksandr 

Popov e a sintonia desenvolvida por Oliver Lodge, a qual permitia selecionar o 

recebimento de apenas uma freqüência específica entre as inúmeras que 

podem ser captadas por uma antena. A pequena distância de cem metros 

ampliou-se no mesmo ano para incríveis dois quilômetros e, em maio de 1897, 

para treze quilômetros. No início do século XX, o Atlântico Norte já era cruzado 

por sinais de radiotelegrafia. Em 1904, aparece John Ambrose Flemming (1849/

1945), um engenheiro eletrônico e físico britânico. Flemming foi consultor 

científico de Marconi de 1899 até 1905, onde desenvolveu técnicas de 

radiotelegrafia e inventou a válvula de dois elementos (diodo). Logo em 

seguida o padre católico e inventor brasileiro Roberto Landell de Moura (1861/

1928), obtém nos Estados Unidos, as patentes do transmissor de ondas, 

telefone sem fio e telégrafo sem fio. Landell de Moura é considerado um dos 

vários "pais" do rádio, no caso o pai brasileiro do Rádio. Foi pioneiro na 

transmissão da voz humana sem fio (radioemissão e telefonia por radio) antes 

mesmo que outros inventores, como o canadense Reginald Fessenden 

(dezembro de 1900). O padre gaúcho Landell de Moura realizou, em 1893, do 

alto da Avenida Paulista ao morro de Sant'Anna, em São Paulo, numa 

distância de oito quilômetros, a primeira experiência de radiotelefonia de que 

se tem registro, embora não haja documentos que comprovem o fato. Já em 

1899 e 1900, jornais citam a experiência, dando fé do pioneirismo do brasileiro 

na transmissão de sinais sonoros. Veja, por exemplo, que Marconi se 

notabilizou por transmitir sinais de telegrafia por rádio; mas só transmitiu a voz 

humana em 1914. Pelo seu pioneirismo, o Padre Landell de Moura é o patrono

dos radioamadores do Brasil. A Fundação Educacional Padre Landell de 

Moura foi assim batizada em sua homenagem, assim como o CPqD (Centro de 

Pesquisas e Desenvolvimento) criado pela Telebrás em 1976.


Fonte: http://www.abert.org.br












quarta-feira, 28 de agosto de 2013

As consequências de um Tsunami

Colégio QI
Data: 26/08/2013
Série: 6º ano
Disciplina: Geografia
Prof.º: Mário Cesar
Aluna: Bárbara Vitória Dias Tavares de Melo Alves



As consequências de um Tsunami

     Um tsunami é uma onda causada pelo movimento repentino no fundo do mar. Este movimento pode ser desencadeado por diferentes fenômenos: sismos, erupções vulcânicas ou deslizamentos de terra submarinos. Podem ainda ser gerados em consequências de impactos de meteoritos.
     O tsunamis são ondas com períodos e comprimentos de ondas muito grandes. As ondas geradas pelo vento, no meio do oceano, e que rebentam na costa portuguesa tem frequentemente períodos de cerca de 10 segundos e comprimentos da ordem de 150 m. Pelo contrário, os tsunamis têm comprimentos de onda que podem exceder 100 km e períodos da ordem de 1 hora.
     Como em águas pouco profundas a velocidade das ondas é igual à raiz quadrada do produto da aceleração da gravidade pela profundidade, tal significa que o Atlântico ao largo de Portugal, onde as profundidades das planícies abissais é da ordem de 4 000 a 5 000 metros, a velocidade de um tsunami varia entre 700 e mais de 800 km/h (isto é, velocidade a cinco anos depois do tsunami que provocou a morte de cerca de 226 mil pessoas em treze países, a situação ainda é difícil para milhares de pessoas). Na Tailândia, a especulação imobiliária provocou um êxodo forçado.

Site: http://tsunamis8c.blogspot.pt/2009/12/causas-e-consequencias.html

terça-feira, 27 de agosto de 2013

História do rádio (até a criação das radionovelas)

Colégio QI
Data: 20-08-2013
Série: 6º ano
Disciplina: Português
Profª: Reginalda
Aluno: Diego da Costa Lins

     James Clerk MaxwellHenrich HertzPadre Roberto Landell
     James Clerck Maxell, Henrich Hertz e Padre Roberto Landell de Moura
   transmissor da Westinghouse 1921Epitácio Pessoa
                                   Transmissor da Westinghouse (1921), Epitácio Pessoa e Roquette Pinto 
ANOS 30, O BOOM DO RÁDIO NO BRASIL
Nicolau TumaAdemar Caséassis chateaubriandary barrosoorson welles
Nicolau Tuma, Ademar Casé, Assis Chateaubriand, Ary Barroso e Orson Welles 

História do rádio (até a criação das radionovelas)

     O rádio é um veículo de comunicação, baseado na difusão de informações sonoras, por meio de ondas eletromagnéticas, em diversas frequências. Tudo começou com Michael Faraday, um inglês que descobriu em 1831 a indução magnética. Mais tarde em 1893 o padre, cientista e engenheiro gaúcho Roberto Landell de Moura testa a primeira transmissão de fala por ondas eletromagnéticas, sem fio. Todavia, o primeiro mundo reconhece o cientista Guglielmo Marconi como o “descobridor do rádio”. 
     A partir de 1919 começa a "Era do rádio". Em 1920 um microfone de mais qualidade surge com a melhora conseguida por engenheiros da Westinghouse, dos recursos do bocal do telefone. Foi a Westinghouse dos Estados Unidos que fez nascer, meio por acaso, a radiofusão. A primeira transmissão de rádio oficial no Brasil foi o discurso do Presidente Epitácio Pessoa na comemoração do centenário da Independência do Brasil, no dia 7 de setembro de 1922 no Rio de Janeiro. O discurso foi na Praia Vermelha e o transmissor foi instalado no alto do Corcovado pela Westinghouse. Enquanto que nos EUA o rádio crescia velozmente. O pai do rádio brasileiro foi Edgard Roquete Pinto, e fundou em 1923, a primeira estação de rádio brasileira: a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro, atual Rádio MEC. Os ouvintes eram associados e pagavam mensalidades para manter a emissora. Em novembro é criada a Sociedade Rádio Educadora Paulista, a PRA-E. Enquanto que no exterior, é feita a primeira transmissão de rádio em cadeia no mundo, envolvendo a WEAF e a WNAC, de Boston.
     No ano de 1931 é fundada a PRB 9 - Rádio Record de São Paulo. No início dos anos 30 o Brasil já tinha 29 emissoras de rádio, transmitindo óperas, músicas e textos instrutivos. No mesmo ano é transmitido o primeiro jogo de futebol ao vivo, por Nicolau Tuma, que foi o primeiro narrador esportivo e que inventou o termo "radialista". Ademar Casé , em 1932, foi o primeiro a pagar cachê a um cantor em programa de rádio, e o primeiro a criar uma novela na rádio em 1936, criou o 1º jingle do rádio brasileiro. O americano Edwing Armstrong, em 1933, demonstra o sistema FM para os executivos da RCA. E assim no ano de 1934 é criada a Rádio Difusora. No ano de 1935 é que acontece na Alemanha, a primeira emissão oficial de TV. Enquanto isso Assis Chateaubriand inaugura no Rio de Janeiro a PRG-3, Rádio Tupi do RJ.
     Em 1936, Londres inaugura a estação de TV da BBC. No Brasil, ao som de "Luar do Sertão", no dia 12 de setembro deste ano, é inaugurada a Rádio Nacional do Rio de Janeiro. Ocorreu também a estréia no rádio de Ary Barroso, um narrador esportivo que tocava gaita quando narrava os gols. Ary Barroso é compositor das músicas "Aquarela do Brasil", "Os Quindins de YaYa", "O Tabuleiro da Baiana", entre dezenas de grandes sucessos. Foi um dos maiores nomes do radio brasileiro em todos os tempos. Quando narrava gols do seu time, o Flamengo, ele saia correndo para comemorar. 
     No dia das bruxas, em 1938, a rádio americana CBS apresentou o histórico programa de rádio "A Guerra dos Mundos", com Orson Welles. Também nesse ano acontece a primeira transmissão esportiva em rede nacional: a Copa de 38, da Rádio Clube do Brasil do RJ.
     Em 1939 o americano Edwin Armstrong inicia operação da primeira FM em Alpine, New Jersey. Enquanto isso Almirante, que fez sucesso nas décadas de 30 e 40 como radialista e compositor juntamente com Noel Rosa, com o qual tinha um conjunto, criou o programa "Caixa de Perguntas". Era o primeiro programa de auditório do rádio brasileiro, na Rádio Nacional RJ. E finalmente em 1941 era transmitida a primeira rádio novela do País, apresentada por três anos pela Rádio Nacional do RJ: "Em Busca da Felicidade".  

Sites:
http://musikcity.mus.br/historia_do_radio.html
http://srhistoria.blogspot.com.br/ 
http://webeduc.mec.gov.br/midiaseducacao/material/radio/radio_intermediario/radiobrasil_faseouro.htm


Consequências de um Tsunami

Colégio QI
Data: 26/08/2013
Série: 6º ano
Disciplina: Geografia
Prof.º: Mário Cesar
Alunas: Thassyara Leal e Emyle Rodrigues



Consequências de um Tsunami

    Um tsunami é uma onda causada pelo movimento repentino no fundo do mar. Este movimento pode ser desencadeado por diferentes fenómenos: sismos, erupções vulcânicas ou deslizamentos de terra submarinos. Podem ainda ser gerados em consequências de impactos de meteoritos. Os tsunamis propagam-se ao longo da superficie dos oceanos a grande velocidade e quando atingem a linha da costa os seus efeitos podem ser desvastadores.
    A maioria dos tsunamis formam-se em consequência de sismos gerados em zonas de subdução. As zonas de subdução são locais onde um fragmento de crosta terrestre, geralmente oceanica, mergulha sob outra (continental ou oceanica) afundando-se no manto.
    Neste local as forças de fricção são enormes. Imaginem um fragmento de rocha com 20 km de espessura a cair em cima de outro com 50 km de espessura, podendo percorrer varias centenas de km de extensão e podendo afundando-se até 700 km no manto.
    Devido á fricção e devido ao facto de as placas se movimentarem lentamente durante a maior parte do tempo, a zona de subducção encontra-se normalmente bloqueada. Quando a energia acumulada excede a força de ficção existente entre as duas placas dá-se o movimento repentino relativo entre elas ao longo do plano de subducção, libertando as enormes quantidades de energia. 
    A onda assim formada propaga-se ao longo da superficie do mar, podendo ser amplificada quando atinge as zonas costeiras. Nestas zonas podem formar-se ondas com varias dezenas de metros que podem provocar a destruição quase total na zona onde se dá o inpacto da massa de água.

Site:  http://tsunamis8c.blogspot.com.br/2009/12/causas-e-consequencias.html

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Frações

Colégio QI
Data: 20 de agosto de 2013
Série: 6º ano
Disciplina: Matemática
Professora: Suenya
Aluno: Diego da Costa Lins

Trabalho sobre: As frações e o seu uso no nosso dia-a-dia

Ao analisarmos os acontecimentos ao nosso redor verificamos várias utilizações de frações. Vamos representar situações nas quais veremos a importância das frações.
                                                                                   
  
§  Quando estamos diante de uma receita, onde aparece na lista de ingredientes. Veja: 1/2 xícara de chá de açúcar ou 3/4 de colher de açúcar, e tantas outras. Sabemos que 1/2 xícara de chá de açúcar quer dizer a metade de uma xícara de chá de açúcar,.


§  Em um marcador de gasolina, os traços em branco registram a quantidade de combustível que resta no tanque, a letra V significa vazio e C cheio. Observe que nesse marcador temos dois números na forma de fração 1/4 e 3/4 eles são valores referenciais. Considere que o tanque desse carro tenha capacidade para 60 litros de combustível, quando o ponteiro marcar 1/4 indica que ainda restam 15 litros, e quando marcar 3/4 o tanque está com 45 litros de combustível.      

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Sentenças Matemáticas

         São aquelas que expressam uma ideia matemática. Algumas sentenças possuem letras e números e essas letras são chamadas de incógnitas. Há dois tipos de sentenças: abertas e fechadas.
         As abertas são aquelas que não conseguimos afirmar se é verdadeira ou falsa e apresenta uma ou mais incógnitas.

Exemplo:  2x + y = 7

As fechadas são aquelas que podemos afirmar se são verdadeiras ou falsas e assim conseguir descobrir seu valor lógico.

Exemplo: 2 + 3.5 - 20 = -3




Aluno: Arthur Mousinho
Série: 7ºano
Matéria: Matemática
Professora: Janeide

domingo, 11 de agosto de 2013

Dissertação

Dissertar é discutir assuntos, debater idéias, tecer opiniões, delimitando um tema dentro de uma questão ampla e defendendo um ponto de vista, por meio de argumentos convincentes. É um tipo de texto lógico-expositivo - colocamo-nos criticamente perante alguma dimensão da realidade e, mais do que isso, fundamentamos nossas idéias; explicitamos os motivos pelos quais pensamos o que pensamos.



RESUMO

Escrever mais, escrever melhor

O resumo é um exercício que combina a capacidade de síntese e a objetividade. O resumo é um texto que apresenta as ideias ou fatos essenciais desenvolvidos num outro texto, expondo-os de um modo abreviado e respeitando a ordem pela qual surgem.
Resumir um texto é condensar as ideias principais, respeitando o sentido, a estrutura e o tipo de enunciação, isto é, os tempos e as pessoas, com ajuda do vocabulário de cada um. É, assim, apresentar um raciocínio objetivamente, escolher o essencial dos dados de um problema, as características de uma situação, as conclusões de uma análise, sem nenhum comentário.
O resumo é uma técnica que encara o texto como um todo, não é uma sequência de frases autônomas; pelo contrário, é um conjunto de ideias ordenadas, numa totalidade, formal e significativa.
Trata-se de um exercício de inteligência, exigindo a redação de um novo texto, com base no texto-fonte.

Construção do resumo
  • Manter os valores mais significativos nos textos que fornecem dados em números
  • Escolher o vocabulário com rigor, de modo a evitar palavras inexpressivas
  • Redigir o resumo em linguagem clara e concisa
  • Não exprimir opiniões pessoais
  • Não repetir frases do autor do texto original
  • Omitir/ou transformar discurso direto em discurso indireto
  • Respeitar a ordem pela qual as ideias ou fatos são apresentados no texto-base
  • Articular os parágrafos e as frases
Reduzir a extensão do texto a cerca de 2/3 do texto base, ou ao número de palavras ou de linhas proposto


Lista de verificação do resumo
Aspectos a considerar
Sim
Não
Não observado
1. Referi apenas as ideias ou factos principais do texto original.



2. Omiti ou substituí as listas ou enumerações por uma designação mais geral.



Evitei o recurso a expressões explicativas do tipo "isto é", "como se sabe", etc.



4. Respeitei a ordem das ideias do texto original.



5. Transformei o discurso directo em discurso indirecto.



6. Excluí pormenores irrelevantes, exemplos, citações, pequenas histórias a propósito.



7. Evitei copiar frases ou expressões do texto.



8. Articulei bem os parágrafos e as frases.



9. O texto resumido não excede 1/3 do número de linhas do texto original.



ATITUDE SUSPEITA -CRÔNICA

Sempre me intriga a notícia de que alguém foi preso ?em atitude suspeita?. É uma frase cheia de significados. Existiriam atitudes inocentes e atitudes duvidosas diante da vida e das coisas e qualquer um de nós estaria sujeito a, distraidamente, assumir uma atitude que dá cadeia!

- Delegado, prendemos este cidadão em atitude suspeita.
- Ah, um daqueles, é? Como era a sua atitude?
Suspeita.
- Compreendo. Bom trabalho, rapazes. E o que é que ele alega?
- Diz que não estava fazendo nada e protestou contra a prisão.
- Hmm. Suspeitíssimo. Se fosse inocente não teria medo de vir dar explicações.
- Mas eu não tenho o que explicar! Sou inocente!
- É o que todos dizem, meu caro. A sua situação é preta. Temos ordem de limpar a cidade de pessoas em atitudes suspeitas.
- Mas eu estava só esperando o ônibus!
- Ele fingia que estava esperando um ônibus, delegado. Foi o que despertou a nossa suspeita.
- Ah! Aposto que não havia nem uma parada de ônibus por perto. Como é que ele explicou isso?
- Havia uma parada sim, delegado. O que confirmou a nossa suspeita. Ele obviamente escolheu uma parada de ônibus para fingir que esperava o ônibus sem despertar suspeita.
- E o cara-de-pau ainda se declara inocente! Quer dizer que passava ônibus, passava ônibus e ele ali fingindo que o próximo é que era o dele? A gente vê cada uma...
- Não senhor delegado. No primeiro ônibus que apareceu ele ia subir, mas nós agarramos ele primeiro.
- Era o meu ônibus, o ônibus que eu pego todos os dias para ir para casa! Sou inocente!
- É a segunda vez que o senhor se declara inocente, o que é muito suspeito. Se é mesmo inocente, por que insistir tanto que é?
- E se eu me declarar culpado, o senhor vai me considerar inocente?
- Claro que não. Nenhum inocente se declara culpado, mas todo culpado se declara inocente. Se o senhor é tão inocente assim, por que estava tentando fugir?
- Fugir, como?
- Fugir no ônibus. Quando foi preso.
- Mas eu não estava tentando fugir. Era o meu ônibus, o que eu tomo sempre!
- Ora, meu amigo. O senhor pensa que alguém aqui é criança? O senhor estava fingindo que esperava um ônibus, em atitude suspeita, quando suspeitou destes dois agentes da lei ao seu lado. Tentou fugir e...
- Foi isso mesmo. Isso mesmo! Tentei fugir deles.
- Ah, uma confissão!
- Porque eles estavam em atitude suspeita, como o delegado acaba de dizer.
- O quê? Pense bem no que o senhor está dizendo. O senhor acusa estes dois agentes da lei de estarem em atitude suspeita?
- Acuso. Estavam fingindo que esperavam um ônibus e na verdade estavam me vigiando. Suspeitei da atitude deles e tentei fugir!
- Delegado...
- Calem-se! A conversa agora é outra. Como é que vocês querem que o público nos respeite se nós também andamos por aí em atitude suspeita? Temos que dar o exemplo. O cidadão pode ir embora. Está solto. Quanto a vocês...
- Delegado, com todo o respeito, achamos que esta atitude, mandando soltar um suspeito que confessou estar em atitude suspeita é um pouco...
- Um pouco? Um pouco?
- Suspeita.

VERÌSSIMO, Luís Fernando. A Grande Mulher Nua. São Paulo: Círculo do Livro, 1989.
POEMA PARA O MATEMÁTICO

Quem vos fala é sua musa,
Sua eterna hipotenusa,
Calcule o que vou lhe falar
Meu coração não vai errar:

Para mim, você é ímpar,
Como ti não há =
> o meu amor
Não há número Natural.

< a minha tristeza,
não existe número negativo
Poderia dividir toda minha vida
Só para somar contigo

Seu amor é uma incógnita
Vou fazer uma equação
Para poder enxergar + fundo
O conjunto do seu coração

Some toda sua beleza,
com o dobro do seu estilo
Continuará sempre perfeito,
mesmo que subtraia por um número infinito

Mergulhe na minha matemática,
Ache a área da minha paixão,
O "x" do meu desejo
e a raiz cúbica do meu coração!

Sei todos os ângulos da tua vida
Sei + de você que qualquer 1
Efetue a minha vida,
Mas mesmo que a divida
Para outros não ficará resto algum!

Sheila Lima
na sétima série


De http://sonhosbetinha.blogspot.com.br/